Como evitar as altas taxas de Hard Bounce no e-mail marketing?

Como evitar as altas taxas de Hard Bounce no e-mail marketing?

Como evitar as altas taxas de Hard Bounce no e-mail marketing?

Não tem nada mais frustrante do que passar horas, dias e até semanas planejando uma campanha de e-mail marketing e, após o disparo, ver que a entrega foi suspensa por motivos de Hard Bounce. Apesar de indigesta, essa é uma possibilidade que pode acontecer com qualquer marca.

Mas afinal de contas, o que é Hard Bounce?

Em síntese, é uma das principais métricas para medir a qualidade das listas para as quais a campanha será enviada. Se a qualidade for ruim e se esse índice for alto (por padrão não deve exceder os 3% do total de e-mails selecionados), a mensagem deixará de ser entregue e o envio pode ser suspenso!

O Hard Bounce costuma ser tratado como erro permanente. Por esse motivo, precisa de urgência e rigor, para não atrapalhar os envios subsequentes. Então, qual é a solução? A remoção imediata e completa dos e-mails classificados como Hard Bounce. Isso porque, se o e-mail permanecer na lista, o erro na entrega persistirá e continuará afetando a performance dos disparos.

As ferramentas de disparo de e-mail marketing, como o Iagente Mail, higieniza os e-mails assim que um e-mail com erro permanente (hard bounce) é identificado.

Os principais erros para esse tipo de ocorrência são os seguintes:

1º) As empresas insistirem no envio para este e-mail (acabam não respeitando o erro e forçam o envio);

2º) A empresa realizar o envio para uma base desconhecida repassando para a ferramenta (ou empresa de marketing digital) o problema que possa vir a ocorrer (bloqueio de banco de IPs, bloqueio do domínio que está realizando o envio, ser mal visto pelos provedores de emails).

O Hard Bounce, em geral, sugere que a criação de base de leads não está boa. Esse é um indicador importante para a avaliação do que ocorreu de errado no envio. Quando os e-mails “retornam” (na verdade eles nem chegam a ser entregues), isso quer dizer que o endereço é inválido e temos aí um problema que exige solução rápida para que a reputação do IP e o domínio não sejam afetados.

As principais fontes de e-mails inválidos, em geral, são:

– Lista comprada;
– Contatos muito antigos;
– Base de contatos proveniente de parceiros;
– Endereços de e-mails captados off-line.

O ideal a fazer é tomar cuidado com a importação de listas muito antigas ou desatualizadas para que esse tipo de erro não ocorra. Caso essa seja a característica da base importada, uma alternativa é fazer envios com lotes pequenos de e-mails, a fim de que o índice de Hard Bounce não seja tão alto.

Ficou com mais algumas dúvida sobre Hard Bounce? É só deixar sua pergunta nos comentários que o time de especialistas da IAGENTE responde!

Junte-se aos nossos assinantes.

Receba as notícias do nosso blog, quentinhas, direto do forno.



Assine nossa newsletter.





Posts mais vistos