Tendências do mercado: diminuição de campanhas em massa e aumento dos envios transacionais

Tendências do mercado: diminuição de campanhas em massa e aumento dos envios transacionais

Tendências do mercado: diminuição de campanhas em massa e aumento dos envios transacionais

Entre os e-mails em massa e os envios transacionais, qual você observa que gera um engajamento melhor nas campanhas de comunicação da sua empresa? Em qual dessas estratégias você acha que vale a pena investir mais?

Ultimamente, nós aqui da IAGENTE temos observado um aumento – tanto nos investimentos quanto na volumetria – de envios de e-mails com o perfil  transacional, ou seja, aqueles envios automáticos e programados para ser disparado de acordo com a rotina de cada empresa ou a cada transação realizada pelos contatos.

Para você ter uma ideia, um e-mail de boas vindas pode ter uma taxa de abertura quase 4 vezes maior que um e-mail promocional, segundo um estudo da Experian.

Entender as razões por trás disso pode ajudar você a distribuir melhor os seus investimentos nessas duas ferramentas, então acompanhe este artigo para ficar por dentro do assunto.

 

Envios em massa têm muito mais chance de serem categorizados como SPAM

Ao receber um e-mail promocional enviado por uma campanha em massa, muitas pessoas tendem a associá-lo diretamente a SPAM, de maneira equivocada. Em partes, isso acontece porque nem todas empresas higienizam a sua base de contatos e enviam um mesmo e-mail promocional para milhões de pessoas sem sequer considerar os diferentes perfis do seu público.

O resultado não é difícil de imaginar: além de muitos desses destinatários não interagirem com esse e-mail (por não ser do seu interesse), tantos outros vão mandar a mensagem diretamente para a lixeira ou marcar o remetente como SPAM. E isso é péssimo para o domínio do remetente. Os algoritmos dos provedores de e-mail identificam que seu IP tem uma alta taxa de rejeição e param de entregar as suas mensagensna caixa de entrada e, também, na lixeira eletrônica.

Já os envios transacionais não precisam enfrentar essa barreira. Eles são sempre enviados após uma ação do usuário, que, por conta disso, já está à espera do e-mail e tende a abri-lo quando ele chegar. Como consequência, os servidores de envios transacionais acabam tendo uma reputação melhor e uma entregabilidade maior.

 

Envios transacionais têm um caráter de urgência

Imagine que você receba um e-mail transacional para redefinir sua senha em um site de compras, mas, ao acessar a sua caixa de entrada, percebe que há um e-mail da mesma empresa lhe oferecendo um conteúdo gratuito. Você não vai deixar o e-mail transacional de lado para abrir o promocional, vai?

Esse é outro motivo pelo qual os envios transacionais se destacam no mercado. Eles sempre serão prioridade para os consumidores.

 

Maior probabilidade de interação

Exatamente pelo motivo que acabamos de citar, nos envios transacionais a interação entre o usuário e a marca é muito mais provável de acontecer, mesmo que eles sejam enviados em uma quantidade menor que as campanhas em massa. E, como já mencionamos, essa interação preserva a boa reputação do IP do remetente.

O resultado disso? Seus e-mails continuam sendo entregues em segundos, lidos, clicados e, além de cumprir o papel, ainda aumenta a reputação de sua empresa junto aos maiores provedores.

 

Então eu devo deixar o envio em massa de lado e focar só nos transacionais?

De forma alguma! Afinal, o e-mail marketing pode ajudar muito a fazer suas ofertas chegarem aos seus clientes. Mas você precisa criar sua base de e-mails, mantê-la sempre limpa de contatos que não estão engajados e desenvolver campanhas segmentadas.

E, na hora de priorizar uma estratégia ou outra, lembre que investir em envios transacionais pode lhe trazer retornos de forma mais segura. Esperamos que tenha gostado deste conteúdo. Continue navegando pelo blog para conhecer mais tendências de marketing digital.

Powered by Rock Convert

Junte-se aos nossos assinantes.

Receba as notícias do nosso blog, quentinhas, direto do forno.



Assine nossa newsletter.





Posts mais vistos