Taxas de Abertura em Email Marketing

Taxas de Abertura em Email Marketing

Taxas de Abertura em Email Marketing

O que pode ser considerada uma boa taxa de abertura em uma campanha de e-mail marketing? Antes de começar a conversar sobre taxas de abertura, é importante esclarecer que é quase impossível chegar a uma taxa de abertura de 100% para promoções, por exemplo. De fato, uma porcentagem de abertura que supere 30% já precisa de bastante esforço.

Vamos conversar mais sobre isso. Qual o seu objetivo e os resultados que você pretende ter com o email marketing?

Se você enviar faturas a uma base de dados de clientes, por exemplo, a taxa de abertura pode chegar perto de 100%.
É preciso ter em mente que, apenas pelo fato de um usuário estar inscrito na sua lista, não significa que este usuário está interessado em todas as suas newsletters. Muitas vezes, a pessoa pode ler o assunto e não se interessar pelo assunto.

Pode também apagar sua mensagem no meio de tantas outras ou ainda, abrir o e-mail e decidir que não deseja exibir as imagens para visualizar o conteúdo. Se as imagens não forem exibidas não é possível contabilizar como visualização. Então, em muitos casos, pode ter certeza que haverão muitas visualizações que não serão contabilizadas (vide imagem abaixo).

Mensagens cujas imagens não são exibidas pelo fato do email  do remetente não estar na lista de contatos
confiáveis no software ou webmail do contato.

Uma taxa média de abertura de email no mercado gira em torno de 20% embora possa variar dependendo do conteúdo da newsletter.

Você pode estar se perguntando: “Minhas campanhas não tem 20% de visualizações, significa que estão sendo criadas da forma errada”? Não! É necessário levar em conta aspectos importantes bem como o público alvo, o tipo de campanha e a origem da base de dados. Isso é definitivamente o ponto mais importante dos seus envios.

A origem de sua base de dados é o fator que tem a maior influência no resultado das suas campanhas de marketing por e-mail. Uma base de clientes gerada com spiders (robôs que captam emails de sites) ou comprada na internet, não terá a mesma qualidade do que uma base de dados de assinantes que se inscreveram para receber suas newsletters. A qualidade será ainda melhor no caso de uma base criada no formato double opt-in (cadastro e confirmação de cadastro). Compreende que não é o mesmo quando você recebe um e-mail de um remetente desconhecido do que receber um e-mail de um website no qual você se inscreveu voluntariamente? Desta forma, pouca coisa poderá ser feita se sua base de dados não tem muita qualidade.

O que você pode esperar então?

No caso de bases compradas ou obtidas de terceiros será muito difícil que sua taxa de visualizações supere os 5%. Embora pareça pouco, você precisa ter em mente que é uma base de dados de pessoas que não se cadastraram no seu site para receber suas newsletters. Além disso, estas pessoas podem não estar interessadas em seus produtos ou serviços.

É importante considerar também que as bases de dados de mailing sofrem churn rate (usuários que cancelam o cadastro, cancelam contas, contas que deixam de existir, etc.) que pode chegar a mais ou menos 30% por ano, por exemplo: se você tiver um mailing de 1000 assinantes, em um ano seu mailing poderá ter em torno de 700 contatos ativos. Desta forma, você precisa concentrar seus esforços na captação de novos assinantes para que sua base seja constantemente renovada.

Fique atento pois existem muitas ações para que suas campanhas por email marketing atinja um melhor resultado.

Veja também:
Fatores que afetam a Taxa de Abertura no Email Marketing

Powered by Rock Convert

Junte-se aos nossos assinantes.

Receba as notícias do nosso blog, quentinhas, direto do forno.



Assine nossa newsletter.





Posts mais vistos


  • Ebook: comunicação por sms