O mobile das maiores empresas do País

O mobile das maiores empresas do País

O mobile das maiores empresas do País

A Mowa apresentou a segunda pesquisa “A Presença Mobile das 500 Maiores Empresas do País” em que identifica o uso dos celulares e tablets pelo segmento corporativo. O estudo revela que teve aumento de 50% de utilização de SMS, sites móveis e apps entre as 500 maiores empresas do Brasil.

A primeira edição da pesquisa foi apresentada em março de 2010, tendo como base as 500 maiores empresas (fonte: Anuário Melhores&Maiores da revista Exame). A novidade desta segunda edição é a inclusão do sistema financeiro, que era listado pelo Anuário como um grupo á parte das 500 maiores empresas brasileiras, por faturamento.

A pesquisa da Mowa considerou a utilização dos quatro itens mais relevantes, para que as empresas possam ser reconhecidas de fato como “empresas móveis”: (1) se a empresa possui “site móvel” (produzido especialmente para ser acessado por um celular tipo “smartphone”); (2) se a empresa tem pelo menos um aplicativo (“app”) desenvolvido para celular; (3) se a empresa já realizou alguma ação corporativa utilizando SMS (“torpedo”); e (4) Se a empresa possui algum aplicativo voltado para Tablets. A metodologia utilizada foi do tipo desk research, ou seja, um grupo de pesquisadores utilizou durante três meses os próprios dispositivos móveis (smartphones, celulares comuns e tablets) como base do levantamento.

A pesquisa

Houve um aumento das empresas “móveis” de 50% em relação á pesquisa de 2010, de 5% para 7,5%. São 33% de empresas da indústria de Telecomunicações com iniciativas. Em seguida aparecem as áreas de Diversos, com 25%, sistema financeiro/Bancos, com 15%, Transporte, com 11%, Seguradoras, com 10%, Autoindústria, com 8%, Eletroeletrônico, com 6%, Indústria da Construção, com 4%, Varejo, com 2% e Indústria de Bens de Consumo, com 2%.
A pesquisa apontou também um aumento de 30% no uso do SMS (acrônimo de “short message service”) – os populares “torpedos”. Na pesquisa de 2010, 22% das empresas utilizavam este recurso. Em 2011 já são 29% das grandes empresas que fazem uso do recurso. A indústria de telecomunicações também lidera neste item: 47%, seguido das indústrias dovarejo (42%), Bens de Consumo (42%), Serviços (31%), Transporte (28%), Diversos (25%), Eletroeletrônico (24%), Atacado (23%), Autoindústria (22%) e Bancos (20%).

Apps para smartphones

Um destaque da pesquisa 2011 é o aumento no uso dos aplicativos (apps) para smartphones. São 21% das grandes corporações que utilizam estes serviços, contra 14% revelados no ano passado na pesquisa, um crescimento de 48%. A indústria Digital é que mais desenvolve e oferece apps para seus públicos, com 40%, seguidos das indústrias de Telecomunicações (33%), Bancos (30%), Diversos (25%), Seguradoras (25%), Autoindústria (24%), Eletroeletrônico (24%), Serviços (21%), Varejo (18%) e Transporte (17%).

Novidade

A pesquisa 2011 apresenta o item “Tablets”, ou seja, aplicativos que foram desenvolvidos especialmente para este novo tipo de dispositivo móvel. Segundo o levantamento, apenas 13% das maiores empresas brasileiras têm um aplicativo específico para este tipo de aparelho.

Junte-se aos nossos assinantes.

Receba as notícias do nosso blog, quentinhas, direto do forno.



Assine nossa newsletter.





Posts mais vistos