Quais elementos devem conter um bom e-mail transacional?

Quais elementos devem conter um bom e-mail transacional?

Quais elementos devem conter um bom e-mail transacional?

O e-mail transacional sempre é encaminhado aos clientes com o objetivo de informá-lo sobre algo que ele necessita receber, podendo ser uma confirmação de compra ou pagamentos, inscrições, solicitação de uma nova senha (ou lembrete de senha) e tokens de acesso em plataformas. São ativos técnicos que são enviados diretamente para a caixa de entrada desses leads.

 

MONTAGEM E ELEMENTOS PRESENTES NO E-MAIL

 

Existem vários modelos de e-mails transacionais, cada um com um motivo específico: 

  • O e-mail de cancelamento, por exemplo, confirma a desistência de alguma compra ou reserva:
  • O e-mail de verificação serve para garantir a veracidade de algumas informações geralmente de cunho pessoal
  • Um e-mail de “Boas vindas”, como o próprio nome já diz, tem como objetivo dar as boas vindas a todo novo cliente de sua empresa ou simplesmente confirmar a adesão da pessoa a um determinado serviço.

Enfim, existem diversos modelos de e-mails transacionais para sua empresa, sejam eles padronizados ou personalizados de acordo com as situações e as necessidades de cada momento em específico.

 

LAYOUT DO E-MAIL

 

O design deste e-mail é fundamental para que sua mensagem seja devidamente entregue, lida e destacada dentre os milhares de e-mails que são recebidos diariamente. Independentemente do conteúdo e a quem se destina (cliente ou equipe interna), é necessário que a mensagem respeite a premissa básica do design: forma e função! 

Além de visualmente linda (as cores, as formas e a distribuição dos textos e imagens de forma organizada), precisa conter imagens leves (em termos de bytes) e ser equilibrada (nem somente imagens, porém nem somente textos).

Vamos falar sobre alguns pontos específicos e que podem te ajudar na formatação desse layout.

  • O primeiro ponto a ser visto é a criação de uma mensagem bem estruturada e de fácil compreensão. Opte por listras para separar conteúdos de sua arte, diferencie os tamanhos de títulos e conteúdos e opte por alinhar à esquerda: nem sempre um webmail consegue manter uma formatação especial. 
  • Chame a atenção com os botões de CTA. Aposte em tons vibrantes para os botões e links pois, geralmente, eles são a parte mais importante de seu e-mail marketing. Atenção à poluição visual! Aqui prevalece a máxima “se tudo chama atenção, na verdade, nada chama a atenção”. 
  • Quanto à responsividade, fique tranquilo que o editor Drag and Drop do IAGENTEmail faz isso por você! Importante aqui é validar qual o percentual de clientes que abrem suas newsletters em dispositivos móveis e quantos lêem em desktops. Esta informação está à disposição no relatório de envios.

 

 

  • Faça uso de recursos que ajudem a melhorar a experiência de quem recebe seu e-mail. Imagens divertidas e memes são um exemplo disso, mas desde que essa linguagem seja compatível com o perfil da sua persona.

 

  • Quanto à identidade visual da sua empresa, aqui vai uma dica (que tem uma cara estranha): você pode criar uma sequência de e-mails mantendo a unidade visual criada para essas mensagens (ou seja, logo no canto superior esquerdo, uma foto já conhecida, unidade de cores e tipo de fonte). Porém, de forma estratégica, alterar tudo isso em uma newsletter especial. Chamamos isso de “quebrar o efeito paisagem”, que acontece quando as pessoas se acostumam aos mesmos elementos e já não prestam mais muita atenção a seus comunidados. Faça um teste. 😉 

VAMOS FALAR SOBRE O CONTEÚDO?

 

O conteúdo do seu e-mail é um dos principais pontos para que o objetivo seja alcançado. No caso de uma venda (e-commerce), um cliente que recebe um e-mail com uma notificação de abandono de carrinho de compras juntamente com um voucher de desconto, por exemplo, pode tranquilamente voltar ao seu site e concretizar a compra através deste lembrete.

De nada adianta você ter um design incrível, super chamativo e responsivo se o conteúdo não tem um propósito, uma estratégia! Por isso, procure trabalhar com uma meta para seu e-mail:

  • Se a proposta é chamar atenção de um determinado produto, fale dele no assunto de seu comunicado.
  • Se precisa aumentar a quantidade de seguidores de suas páginas sociais, invista em destacar somente uma de suas redes.
  • Agora, se a estratégia é massificação de marca, opte por repassar a informação principal (nova identidade visual, por exemplo) e retire elementos que venham a confundir e “poluir” seu e-mail (opte por não inserir dicas, as redes sociais de sua empresa, curiosidades, e etc.)

 

ALGUNS PONTOS-CHAVE!

 

Personalização

Precisamos enfatizar aqui, neste finalzinho de conteúdo, a importância da PERSONALIZAÇÃO dos seus e-mails. Quanto mais dados de seus clientes você obtiver, mais próximo e assertivo pode ser seu e-mail. Esse é um ótimo caminho para um relacionamento de longo prazo com seu futuro cliente, que percebe que está sendo tratado de forma especial. 

Qualquer dado que você tenha sobre o seu lead pode ser utilizado como uma variável de e-mail, desde que isso faça sentido na sua estratégia. Pode ser nome, idade, cidade, hobby ou qualquer outra informação. 

Supomos que, além do nome, você saiba que seu cliente é uma mulher casada, que vive em Porto Alegre (RS) e que possui interesse em viagens para praias. No exemplo abaixo, as variáveis são o nome e a quantidade de pontos acumulados da cliente. A newsletter pode ficar da seguinte forma: 

“Olá, Juliana

Saudade de uma viagem com o maridão, né, filha? Então, já que está com 18.973 pontos acumulados, que tal essas opções abaixo?

Resort All Inclusive Ibero Star Bahia: 7 dias com tudo incluso/ passagens ida e volta = 17.554 pontos.

Cancun All Inclusive Mexico Trips: 4 dias, tudo incluso/ Jantar no Coco Bongo/ passagens ida e volta = 19.973 pontos + R$ 1.667,00.”

 

Notou como fica direto e “parece” personalizado para a Juliana?

 

Data e hora

Nunca se esqueça de pontuar informações que os clientes estão esperando. Dados como data e hora podem ser vistas como irrelevantes em alguns casos, mas desempenham papel fundamental em alguns momentos como em um e-mail de solicitação de nova senha, onde a data e hora em que ocorreu a solicitação é informação primordial.

 

Links específicos

Opte sempre por encaminhar links mais detalhados e específicos. Não há nada mais incômodo do que, ao encaminharmos um e-mail solicitando ajuda, a empresa nos retornar com um link para a página inicial do site. Dê ao cliente a resposta que ele procura e, caso ainda não a tenha, crie e já salve em sua base de conhecimentos para utilização futura. 

 

Independentemente do conteúdo do seu e-mail, mantenha sempre como um padrão utilizar as informações de contato do responsável e o próprio e-mail do remetente para os seus envios. Isso traz credibilidade e facilita o retorno por parte do cliente (para o caso de querer enviar alguma consideração, por exemplo). Utilizar e-mails perfil role based (e-mails de departamentos: comercial@iagente … marketing@iagente … cs@iagente) não facilita em nada o retorno ao contato, caso necessário.

 

Ficou claro que os e-mails transacionais são e-mails enviados a cada transação e que têm como característica principal ser exclusivo em sua maioria, diferentemente do e-mail marketing que, este sim, tem como missão entregar o mesmo e-mail para milhares de pessoas?

E aí, o que achou? Conta aqui pra gente nos comentários.

Powered by Rock Convert

Junte-se aos nossos assinantes.

Receba as notícias do nosso blog, quentinhas, direto do forno.



Assine nossa newsletter.





Posts mais vistos